Como ajudar alguém que está pensando em suicídio

JUNTE-SE A MAIS DE 150.000 PESSOAS
Receba o Momento Eurekka com dicas semanais de Saúde Emocional exclusivas:

Infelizmente, a depressão não é só uma doença que debilita vidas, ela também encerra vidas. Por isso, é importante saber o que fazer para ajudar se as pessoas que amamos tiverem depressão e pensamentos sobre suicídio.

Neste texto você vai entender a relação entre a depressão e o suicídio e como falar sobre isso com alguém. Além disso, quais são os sinais de que a pessoa está pensando em cometer suicídio e maneiras práticas de ajudar.

Diferença entre depressão e os pensamentos suicidas

Depressão e suicídio estão diretamente ligados? Sim. Pensamentos de morte e de suicídio são 1 dos 9 sintomas de depressão.

Existem casos de depressão em que a pessoa não pensa sobre suicídio. Porém, pensar sobre suicídio é um forte indício de que a depressão está em um nível grave.

Também se estima que mais da metade das pessoas que cometem suicídio estavam com depressão antes disso. Então, sim, é possível dizer que eles estão diretamente ligados.

Nem toda a pessoa com depressão tem propenção a cometer suicío. Dos 9 sintomas de depressão, você só precisa ter 5 pra ser considerado um paciente com depressão.

Isso significa que muitas pessoas que são diagnosticadas com depressão não estão, hoje, pensando na morte ou em cometer suicídio. Mas, agora, em que casos a depressão pode levar ao suicídio?

A depressão pode levar ao suicídio quando a pessoa permanece muito tempo sem tratamento e sem reconstruir nenhuma rede de apoio. Assim, a pessoa que pensa em suicídio entende que o suicídio é uma forma de escapar de um sofrimento que está sendo muito grande.

É como se ela visse o suicídio como último recurso para eliminar uma dor muito forte. Essa sensação de que nada funcionou é muito normal em pessoas que tentaram vários tratamentos para depressão e sentem que tentaram de tudo, mas que não percebem um resultado.

É por isso que quanto mais cedo a pessoa for tratada, menor a chance de suicídio.

Sinais de que alguém está pensando em suicídio

como ajudar suicídio

Existem alguns sinais que podem indicar que a pessoa está fazendo uma despedida desse mundo e está prestes a cometer suicídio.

Primeiro, a pessoa que está pensando em suicídio, normalmente, fala sobre isso. Existe um mito de que a pessoa que vai cometer suicídio não fala, só faz.

Mas, uma pessoa que fala sobre cometer suicídio, estatisticamente, tem 35 vezes mais chance de se matar do que uma pessoa que não fala.

Por isso, é importante você ouvir as pessoas em volta de você e procurar por frases. Como, por exemplo: “todo mundo estaria melhor se eu não estivesse aqui”, “eu não faço falta mesmo”, “eu deveria morrer”, entre outras.

A pessoa que está pensando em suicídio também pode cometer atitudes de despedidas. Ela pode escrever cartas e mandar para alguém. Pode marcar encontros com pessoas de antigamente com a intenção de reviver boas memórias e dizer tchau.

Além disso, nos dias logo antes do suicídio você pode perceber que a tristeza constante que ela tinha, agora parece ter se transformado em uma anestesia quase pacífica.

Nessas horas, você como família ou amigo precisa perguntar. Você senta e diz: “eu tenho percebido sinais que tem me deixado preocupado. Pode ser que seja só bobagem da minha cabeça, mas eu preciso falar com você. Pra mim parece que você está pensando em suicídio, faz sentido isso?”.

Além disso, se você se mostrar aberto e uma pessoa de confiança, é muito provável que a pessoa também se abra com você.

Tratamento para a pessoa com pensamentos suicidas

A melhor atitude para evitar isso é buscar o tratamento. Nessas horas, vale a pena fazer uma vaquinha com a família e juntar dinheiro para patrocinar o tratamento dessa pessoa.

Porque, mesmo que vocês estejam em dificuldades financeiras, é a vida dessa pessoa que está em risco. A depressão pode ter um impacto tão profundo que faz com que a pessoa não esteja mais entre nós. E, para evitar esse risco, vale a pena passar por um pouco de aperto financeiro.

Nessas horas, é muito importante que você faça uma supervisão da pessoa. Se você acredita que ela está prestes a cometer suicídio, ela não pode ficar sozinha.

Quando um transtorno mental atinge um nível tão grave que a pessoa cogita cometer suicídio, a gente sempre recomenda o tratamento completo. Psicoterapia com um psicólogo. Farmacoterapia com um psiquiatra. E, por fim, mudança de hábitos.

Por fim, dentro dos métodos de terapia, o método que mais mostrou evidência científica para casos de suicídio é o método da terapia comportamental dialética. Ele foi pensado para tratar o transtorno de personalidade borderline, mas se descobriu que as técnicas dessa terapia ajudam qualquer pessoa que esteja, também, sofrendo de crises de depressão e tentativas de suicídio.

6 dicas práticas para ajudar quem está pensando em suicídio

como ajudar uma pessoa pensando em suicídio

Aqui vai algumas dicas práticas do que você pode fazer para ajudar o seu ente querido a passar por esse momento difícil. Embora o ideal para sair da depressão e se livrar dos pensamentos suicidas seja o tratamento, existem algumas atitudes que você pode promover para ajudar nesse processo.

Valide os sentimentos

Validar o que a pessoa está sentindo significa, basicamente, dizer que o que ela está sentindo faz sentido. Que você entende de onde está vindo com aquilo.

E você dizer que o que a pessoa está sentindo faz sentido não é a mesma coisa de dizer que você concorda. Isso é muito importante!

Se a pessoa falar algo do tipo “ontem eu tive uma crise, senti muita raiva depois de uma discussão e me cortei“. Como validar isso? A gente valida os sentimentos, e não as ações. Você pode dizer algo do tipo: “que pena, eu sinto muito que isso tenha acontecido com você. Mas eu entendo que você tenha sentido raiva, essas discussões podem ser muito difíceis”.

Comece a praticar essa pequena atitude de amor em todas as suas interações e conversas. Comece a validar as pessoas e seus sentimentos.

Validar os sentimentos é uma coisa, e validar as atitudes é outra. Você sempre deve validar os sentimentos. Isso mostra para a pessoa que o que ela sente faz sentido e que tem uma lógica por trás disso.

Acompanhe numa crise

Se o pensamento suicida vier em um momento de crise de pânico ou ansiedade e você estiver junto com a pessoa, tente não se desesperar. Existem algumas coisas que você pode fazer para tentar acalmá-la.

Em primeiro lugar, tente levar a atenção dela para os objetos do cômodo que vocês estão. Liste cada um, descrevendo a cor e o formato.

Quando a ansiedade baixar, peça para ela respirar no ritmo 4- 2- 6. Faça isso até que a ansiedade baixe ainda mais.

Assim que a crise passar, se certifique de que ela terá pelo menos uma pessoa para acompanha-la nas próximas horas. Além disso, se ela tiver um psicólogo ou psiquiatra, peça para avisa-lo.

Ajude a pessoa a buscar tratamento

Como dito a cima, uma depressão profunda só é tratada com um tratamento bem completo. Muitas vezes a pessoa está tão sem esperanças que não consegue ver uma saída.

Você precisa incentivá-la e ajudá-la a buscar ajuda. Além disso, você pode pesquisar alguns profissionais ou até pedir indicações. Se ela estiver muito resistente, converse e explique a importância disso, peça para que ela vá pelo menos duas ou três vezes para testar.

Ajude a construir uma rede de apoio

A rede de apoio é um dos aspectos mais importantes para ajudar alguém que está batalhando contra os pensamentos suicidas. Ter pessoas que se importam e que podem ajudar faz toda a diferença, e pode ser um ponto decisivo para a pessoa cometer ou não o ato do suicídio.

Assim, tente ajudar essa pessoa a construir uma base sólida de pessoas ao seu redor. Lembre ela de que ela é querida por alguém e se mostre disponível para ajudá-la se for preciso.

Não diga que ela quer chamar a atenção

Uma das maiores dores de alguém que sofre com isso é não se sentir compreendido. Nunca diga para ela que ela está fazendo isso só para chamar a atenção. Isso só causa mais danos e não é verdade.

Assim, mesmo que a pessoa queira chamar a atenção, é porque ela está em um sofrimento real e difícil de suportar. Portanto lembre-se que validar as emoções é de extrema importância nesses casos.

Se precisar, fale para alguém

Por fim, é muito difícil ter que expor um amigo ou parente em uma situação tão vulnerável e, muitas vezes, parece que isso é a coisa errada a se fazer. Porém, em casos de urgência, quando a pessoa tem um plano formado para se matar, é extremamente necessário.

Existem casos em que você não tem como impedir que o suicídio aconteça, quando a pessoa já se decidiu, pensou em como e quando fazer. Nesses casos, você precisa falar para os pai ou para um médico para que possam fazer a intervenção correta.

É importante não se cobrar de coisas que não estão ao seu alcance. Além disso, o sofrimento da pessoa pode ser tão grande que, mesmo que você seja um bom amigo, só um profissional treinado pode ajudar de verdade.

Tratamento para depressão e pensamentos suicidas com a Eurekka

sede presencial eurekka

Se você tem sofrido como amigo ou familiar de alguém que tem depressão e pensa em suicídio, a terapia online da Eurekka pode ser uma ótima opção para você. Na terapia online, não atendemos pessoas que estão atualmente pensando em suicídio porque o tratamento online não é considerado a melhor opção para esses casos.

Mas, se você quer saber como lidar melhor com um familiar ou amigo esteja nessa situação, pode ser um ótimo investimento em você mesmo. Para saber mais sobre a terapia da Eurekka, clique aqui. Para saber sobre atendimento médico com a Eurekka, clique aqui.

Além disso, aproveite e confira também todos nossos conteúdos em nossas redes sociais: InstagramFacebook e Youtubee aproveite para baixar o nosso aplicativo!

🥰 Este artigo te ajudou?

0 / 5 5

Compartilhe com seus amigos

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Artigos Relacionados

ATENÇÃO TERAPEUTA

desafio terapeuta confiante

DOMINE O ATENDIMENTO ONLINE

09 aulas ao vivo gratuitas para você aprender tudo sobre atendimento terapêutico online.