Testosterona: sinais de que está baixa e como aumentá-la

JUNTE-SE A MAIS DE 150.000 PESSOAS
Receba o Momento Eurekka com dicas semanais de Saúde Emocional exclusivas:

Hoje vamos dar uma olhada em alguns dos benefícios físicos e psicológicos que vêm com ter níveis ideais de testosterona. Você já deve conhecer alguns dos benefícios, mas alguns dos que discutimos aqui podem te surpreender.

O que é testosterona?

testosterona pelo

A testosterona (T) é um hormônio produzido pelo corpo humano. É produzido principalmente nos homens pelos testículos.

Os ovários das mulheres também produzem testosterona, embora em quantidades muito menores. A testosterona afeta a aparência e o desenvolvimento sexual de um homem.

Estimula a produção de esperma, bem como o desejo sexual do homem. Também ajuda a construir massa muscular e óssea.

A produção desse hormônio começa a aumentar muito durante a puberdade e começa a cair após os 30 anos ou mais. Ela está mais associada ao impulso sexual e desempenha um papel vital na produção de esperma.

Também afeta a massa óssea e muscular, a maneira como os homens guardam gordura no corpo e até a produção de glóbulos vermelhos. Os níveis de testosterona de um homem também podem afetar seu humor

Benefícios da testosterona no corpo

Antes de conhecermos mais os benefícios, me permita começar com uma advertência. A pesquisa sobre os benefícios da testosterona é inconclusiva em algumas áreas. Você irá encontrar algumas pesquisas dizendo: “T lhe dá o benefício ‘x’,” mas outras pesquisas que dizem: “Não, T na verdade faz o oposto.”

Outra questão que os pesquisadores enfrentam ao estudar os benefícios da testosterona é distinguir entre “causa” e “efeito”. É a testosterona que está fornecendo todos esses grandes benefícios para a saúde ou só ser saudável fornece níveis ideais de testosterona?

É difícil pois, em alguns casos, a resposta é “ambos”. A testosterona (como todos os hormônios) muitas vezes tem um papel em um “ciclo virtuoso” que regula uma série de processos em nossos corpos – conforme você aumenta T, você fica mais saudável; conforme você fica mais saudável, seus níveis de T aumentam.

Ele também pode ter um papel em um “ciclo vicioso” – conforme seus níveis de T caem, sua saúde sofre; conforme sua saúde sofre, seus níveis de T reduzem ainda mais. A testosterona pode combater a depressão.

Se você está lutando contra o cão preto da depressão, pode ser por causa dos baixos níveis de testosterona. Os homens que sofrem de depressão apresentam níveis deficientes de testosterona.

Embora os cientistas não tenham sido capazes de descobrir se é a baixa testosterona que causa depressão ou se a depressão causa baixos níveis de T, uma pesquisa preliminar mostrou que alguns homens que sofrem de depressão relatam melhora no humor e outros fatores de depressão após se submeterem a tratamentos de testosterona dirigidos por médicos.

A testosterona diminui a gordura corporal

A testosterona desempenha um papel vital na regulação do metabolismo da insulina, glicose e gordura. À medida que nossos níveis de T diminuem, a capacidade de nosso corpo de regular o metabolismo da insulina, glicose e gordura diminui, o que por sua vez faz com que o tecido adiposo (ou seja, gordura) comece a se acumular.

Para piorar a situação, esse tecido adiposo aumentado também pode contribuir para diminuir ainda mais os níveis de testosterona pois converte a testosterona em estrogênio. Esse ciclo de feedback negativo pode explicar por que os homens obesos costumam ter níveis de testosterona abaixo do normal e níveis mais altos de estrogênio.

A testosterona aumenta a massa muscular

Todos nós sabemos sobre a capacidade da testosterona de aumentar a massa e força muscular. Ele faz sua mágica de construção muscular, aumentando a síntese de proteína muscular.

A testosterona pode fortalecer seu coração

A pesquisa sobre a relação da testosterona com a saúde do coração está dividida. Alguns cientistas descobriram que homens com níveis mais altos de testosterona têm maior risco de doenças cardíacas, enquanto estudos recentes mostraram que homens com níveis de T abaixo do normal correm mais risco de problemas cardíacos.

A pesquisa ainda está em andamento, mas muitos médicos consideram as evidências convincentes de que os níveis ideais de testosterona podem ajudar a prevenir doenças cardiovasculares. Para ser claro, não é o hormônio testosterona em si que fortalece seu sistema cardiovascular, mas sim a miríade de benefícios para a saúde que vêm de níveis ideais de testosterona.

A testosterona fortalece os ossos

Você pode ter pensado na osteoporose como um problema de saúde com o qual apenas as mulheres devem se preocupar, mas os homens também podem sofrer dessa doença que enfraquece os ossos. E os baixos níveis de testosterona podem ser os culpados. A testosterona demonstrou desempenhar um papel vital na saúde óssea.

Aumenta a densidade óssea, estimulando a mineralização óssea, bem como diminui a reabsorção óssea. Homens idosos que sofrem de osteoporose, na maioria das vezes, têm níveis de testosterona abaixo do ideal. Se você deseja desfrutar de ossos fortes e saudáveis ​​até a velhice, tome medidas para melhorar seus níveis de testosterona agora.

A testosterona aumenta a libido e melhora as ereções

A testosterona é um hormônio sexual, então não é surpreendente que a baixa libido e a disfunção erétil sejam dois dos primeiros sinais de baixa T que os homens notam. Se você notou uma queda acentuada em seu interesse por sexo, pode ter níveis baixos de testosterona.

A testosterona pode diminuir suas chances de ter Alzheimer

Vários estudos ligaram os baixos níveis de testosterona a um risco aumentado de doença de Alzheimer. Em um estudo de 2010 da Universidade de Hong Kong, pesquisadores estudaram 153 homens chineses que foram recrutados em centros sociais. Eles tinham pelo menos 55 anos ou mais, viviam na comunidade e não tinham demência.

Desses homens, 47 tinham comprometimento cognitivo leve – ou problemas de raciocínio claro e perda de memória. Em um ano, 10 homens que faziam parte do grupo com deficiência cognitiva desenvolveram provável doença de Alzheimer.

Além disso, esses homens também tinham baixa testosterona nos tecidos do corpo. Pesquisadores da University of Southern California também relataram que o aumento dos níveis de testosterona em ratos com Alzheimer na verdade retarda a progressão da doença. Esta observação levou os cientistas a hipotetizar que manter os níveis ideais de T na velhice pode ajudar a prevenir o Alzheimer em humanos.

A testosterona pode melhorar a capacidade cognitiva

Não apenas os estudos mostraram que há uma ligação entre os níveis desse hormônio e o mal de Alzheimer, eles também mostraram uma ligação entre os níveis de T e a capacidade cognitiva geral, em especial em homens mais velhos. Os pesquisadores encontraram uma relação direta entre os níveis T e a função cognitiva, enquanto outros estudos encontraram uma relação linear entre a perda de memória e os níveis T.

Por causa dessas relações, muitos acreditam que a testosterona tem um papel na prevenção da deterioração do tecido cerebral em homens idosos. A conexão do hormônio com a cognição explica por que alguns dos sintomas de T baixa nos homens são perda de memória, pouca concentração e “nebulosidade”.

Embora os estudos não tenham encontrado uma ligação entre o aumento dos níveis do hormônio e a capacidade cognitiva em homens jovens, isso não deve impedi- los de se esforçarem para atingir níveis ideais de T. É vital estabelecer hábitos saudáveis ​​de testosterona agora, para que você possa colher os benefícios na velhice.

A testosterona pode aumentar a competitividade

Os homens são conhecidos por serem um grupo competitivo e a testosterona é a responsável por nossa vontade de vencer. Este hormônio está ligada ao desejo do homem por poder e status.

Ela aumenta antes de uma luta ou competição e produz efeitos na massa muscular e na hemoglobina, acelera reações, melhora a acuidade visual e aumenta a sensação de resistência. Um estudo também mostrou que o nível de testosterona de um homem após perder um jogo previa se ele voltaria ou não para outra rodada.

Os homens que tem uma queda acentuada eram menos propensos a jogar de novo, enquanto os homens que tem pouca ou nenhuma queda nos níveis T voltaram ao jogo. Os pesquisadores concluíram, a partir dessa observação, que T é um dos fatores que impulsionam a competitividade dos homens.

A testosterona aumenta a dominância e o desejo de poder

A ligação entre testosterona e dominância foi exposta em vários estudos. T motiva os homens a ganhar e manter status social. O desejo de domínio pode ser uma coisa ruim se levar a um ato criminoso, mas também é o que alimenta a escalada para o sucesso, motiva os homens a resistir à opressão e desafiar a autoridade e pode até mesmo os ajuda com as mulheres.

A testosterona aumenta a tolerância ao risco

A testosterona tem muita ligação com a disposição de correr riscos. Estudos mostram que homens com baixos níveis de poder e status, mas altos níveis de T, são motivados a correr riscos a fim de ganhar status e poder.

Por outro lado, homens com T alto, que já têm poder e status, são mais avessos ao risco, pois querem se apegar ao que têm. Além disso, se descobriu que universitários com níveis mais altos de T (homens e mulheres) têm maior probabilidade de seguir carreiras mais arriscadas.

Outro estudo descobriu que entre os traders financeiros, o nível matinal de testosterona de um trader previu com precisão a lucratividade do seu dia. Níveis mais altos de T significam que ele está mais propenso a correr riscos naquele dia e pontuar alto.

O que fazer para aumentar os níveis de testosterona no corpo?

injetando testosterona

Perder gordura

Perder peso não apenas reduz o risco de homens pré- diabéticos progredirem para diabetes, mas também parece aumentar a produção desse hormônio pelo corpo.

Treinar com pesos

A musculação ativa a massa muscular e também a vigorosidade, comuns da testosterona. A musculação com foco na força e que trabalha uma grande quantidade de conjuntos musculares como o levantamento terra, , supino reto, remada curvada, barra fixa com pegada pronada e flexão de braço, quando feitos com altas cargas e até falha muscular, podem dobrar os níveis de testosterona.

Dormir bem

A maior parte da liberação diária de testosterona em homens ocorre durante o sono. A fragmentação do sono e a apneia obstrutiva do sono estão associadas a níveis reduzidos de testosterona. Em homens mais velhos, os níveis matinais de testosterona são previstos pelo tempo total de sono.

Não cortar gorduras boas da dieta

Você sabia que alguns alimentos estimulam a produção de hormônios? Por isso, controlar a nossa dieta é algo tão vital, também, para a testosterona!

Pegar sol diariamente e suplementar vitamina D

Muita de vitamina D no sangue pode afetar a produção de testosterona masculina. Para a maioria dos homens, uma ingestão maior de vitamina D não influenciará muito a concentração de testosterona, mas homens com deficiência de vitamina D podem considerar suplementos de vitamina D para aumentar a testosterona no corpo e talvez também a fertilidade.

Fazer sexo

Embora a deficiência desse hormônio possa causar problemas de desejo e desempenho sexual, fazer sexo pode, na verdade, aumentar a produção de testosterona. Se você faz sexo com pouca frequência, isso reduzirá seus níveis de testosterona.

Sinais de que você está com a testosterona baixa

testosterona baixa

A produção do hormônio quase sempre diminui com a idade. Cerca de 2 em cada 10 homens com mais de 60 anos têm níveis baixos de testosterona. Isso aumenta de forma rápida para 3 em cada 10 homens entre 70 e 80 anos.

Ao contrário das mulheres, que tem uma queda rápida nos níveis hormonais na menopausa, os homens tem uma diminuição mais gradual dos níveis de testosterona ao longo do tempo. Quanto mais velho o homem, mais possível é de apresentar níveis de testosterona abaixo do normal.

Homens com níveis de testosterona abaixo de 300 ng/dL podem ter algum grau de sintomas de testosterona baixa. Os homens podem sentir uma série de sintomas se a testosterona reduzir mais do que deveria. Testosterona baixa é diagnosticada quando os níveis caem abaixo de 300 nanogramas por decilitro (ng/dL).

Além disso, um exame de sangue chamado teste de testosterona sérica é usado para ver o seu nível de testosterona circulante. Por fim, seu médico pode fazer um exame de sangue e recomendar o tratamento, se for necessário. Eles também podem discutir os benefícios e riscos potenciais da medicação com testosterona.

Consequências da baixa testosterona

testosterona capsula

A maioria dos homens têm testosterona mais do que suficiente. Mas, é possível que o corpo produza muito pouca testosterona. Isso leva a uma condição chamada hipogonadismo.

Além disso, os níveis de testosterona afetam tudo nos homens, desde o sistema reprodutivo e sexualidade até a massa muscular e densidade óssea. Por fim, ele também desempenha um papel em certos comportamentos. Uma série de sintomas pode ocorrer se a produção de testosterona cair muito abaixo do normal, tais como:

Baixo desejo sexual

A testosterona desempenha um papel fundamental na libido (desejo sexual) nos homens. Alguns homens podem experimentar um declínio no desejo sexual com a idade. No entanto, alguém com T baixo provavelmente terá uma queda mais drástica no desejo de fazer sexo.

Dificuldade de ereção

Embora a testosterona estimule o impulso sexual do homem, ela também ajuda a alcançar e manter uma ereção. A testosterona sozinha não causa uma ereção, mas estimula os receptores no cérebro a produzir óxido nítrico.

Além disso, o óxido nítrico é uma molécula que ajuda a desencadear uma série de reações químicas necessárias para que ocorra uma ereção. Quando os níveis de testosterona estão muito baixos, o homem pode ter dificuldade em obter uma ereção antes do sexo ou ter ereções espontâneas (por exemplo, durante o sono).

No entanto, a testosterona é apenas um dos muitos fatores que ajudam nas ereções adequadas. A pesquisa é inconclusiva quanto ao papel da reposição de testosterona no tratamento da disfunção erétil. Muitas vezes, outros problemas de saúde desempenham um papel nas dificuldades de ereção. Isso pode incluir:

Baixo volume de sêmen

O hormdesempenha um papel na produção de sêmen, que é o líquido leitoso que auxilia na motilidade dos espermatozoides. Portanto, homens com baixa testosterona quase sempre notam uma diminuição no volume de seu sêmen durante a ejaculação.

Queda de cabelo

A testosterona desempenha um papel em várias funções do corpo, incluindo a produção de cabelo. A calvície é uma parte natural do envelhecimento para muitos homens. Embora haja um componente hereditário da calvície, os homens com baixo testosterona também podem sofrer perda de pelos corporais e faciais.

Fadiga

Homens com baixa T relataram fadiga extrema e diminuição nos níveis de energia. Você pode ter um T baixo se estiver cansado o tempo todo, apesar de dormir bastante ou se estiver achando mais difícil se motivar para o exercício.

Perda de massa muscular

Como a testosterona desempenha um papel na construção muscular, os homens com baixa testosterona podem notar uma diminuição na massa muscular. Pesquisas mostram que a testosterona afeta a massa muscular, mas não só a força ou função.

Aumento da gordura corporal

Homens com baixa T também podem apresentar aumento da gordura corporal. Em particular, às vezes desenvolvem ginecomastia ou aumento do tecido mamário. Se acredita que esse efeito ocorra devido a um desequilíbrio entre a testosterona e o estrogênio nos homens.

Diminuição da massa óssea

A osteoporose, ou diminuição da massa óssea, é uma condição muito associada às mulheres. No entanto, homens com baixa testosterona também podem apresentar perda óssea.

A testosterona ajuda a produzir e fortalecer os ossos. Portanto, homens com baixa testosterona, em especial homens mais velhos, têm menor volume ósseo e são mais suscetíveis a fraturas ósseas.

Mudanças de humor

Homens com baixa testosterona podem experimentar mudanças de humor. Como a testosterona influencia muitos processos físicos do corpo, ela também pode influenciar o humor e a capacidade mental. Pesquisas sugerem que os homens com baixa testosterona têm maior probabilidade de enfrentar depressão, irritabilidade ou falta de foco.

Memória afetada

Tanto os níveis de testosterona quanto às funções cognitivas – em especial a memória – diminuem com a idade. Como resultado, os médicos teorizaram que níveis mais baixos de testosterona podem contribuir para a memória afetada.

Tamanho menor do testículo

Níveis baixos de testosterona no corpo podem contribuir para testículos menores do que a média. Como o corpo requer testosterona para desenvolver o pênis e os testículos, os níveis baixos podem contribuir para um pênis ou testículos menores em comparação com um homem com níveis normais de testosterona.

No entanto, há outras causas de testículos menores do que o normal além dos baixos níveis de testosterona. Então, isso nem sempre é apenas um sintoma de testosterona baixa.

Baixas contagens sanguíneas

Os médicos associaram a baixa testosterona a um risco aumentado de anemia. Quando os pesquisadores administraram o gel de testosterona a homens anêmicos que também tinham baixo nível de testosterona, eles observaram melhorias nas contagens sanguíneas em comparação com os homens que usaram um gel placebo.

Por fim, alguns dos sintomas que a anemia pode causar incluem problemas de concentração, tonturas, cãibras nas pernas, problemas para dormir e batimento cardíaco anormalmente rápido.

Terapia com a Eurekka

sede porto alegre

Como você viu, a testosterona e seus níveis podem afetar a sua vida e os seus relacionamentos mais do que você imagina! A Eurekka é uma clínica de psicologia que oferece psicoterapia online e presencial.

Além disso, contamos com uma equipe de médicos psiquiatras prontos para te atender da melhor forma. Então, se você acha que pode estar passando por isso e precisa de ajuda, hoje, clique aqui e conheça a Terapia Comportamental da Eurekka!

Por fim, aproveite pra acessar os nossos conteúdos grátis sobre saúde física e mental, clicando na rede social que preferir: InstagramFacebook e Youtubee aproveite para baixar o nosso aplicativo!

🥰 Este artigo te ajudou?

0 / 5 5

Compartilhe com seus amigos

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Artigos Relacionados