fbpx
Escolha uma Página

Galera, aqui é o Henrique psicólogo e um dos fundadores da Eurekka. Bem vindos a mais um textinho da nossa série sobre depressão. Até o fim deste post, você vai ter aprendido a identificar os sintomas de depressão nas várias fases da vida, desde a infância, adolescência, gravidez, pós parto, vida adulta e terceira idade também.

O que é depressão e quais são as causas?

A depressão é um transtorno mental comum que afeta uma a cada cinco pessoas ao longo da vida. O que se sabe sobre a causa da depressão é que ela não tem uma única causa, mas sim, vários fatores que aumentam ou diminuem a chance de você desenvolver depressão. Alguns desses fatores são:

  • Qualidade do seu sono;
  • Qualidade da sua alimentação;
  • Quanto de exercício físico você faz;
  • Quanto de estresse você tem na sua rotina;
  • Quanto de conexão social você tem na sua rotina.

Quais são os principais sintomas da depressão?

A depressão tem nove sintomas no total mas esses cinco seguintes são os mais importantes.

1- Falta de energia ou ânimo

Primeiro a falta de energia ou ânimo para fazer atividade diárias. As atividades que a pessoa com depressão fazia antigamente, depois da depressão começam a aparecer cada vez mais difíceis de executar.

2- Diminuição do prazer na rotina

O segundo sintoma é a diminuição do prazer na rotina. Muitas vezes as pessoas com depressão dizem que se sentem anestesiados incapazes de sentir prazer com o que antes dava prazer. Às vezes, é possível que você sinta que está vivendo no piloto automático e que os dias estão passando muito rápido também.

3- Mudanças no seu sono

O terceiro sintoma são mudanças no seu sono. A depressão pode alterar o seu sono tanto para cima quanto para baixo. Ou seja, você pode desenvolver insônia, uma dificuldade grande de dormir, assim como você pode desenvolver hipersonia, que é dormir uma quantidade muito maior de horas do que o seu normal.

4- Mudanças de peso e apetite

O quarto sintoma são mudanças de peso e apetite. Durante a depressão, você pode sentir muito mais fome do que o normal, assim como muito menos fome. E essa variação de fome pode ter impacto no seu peso e fazer você ganhar ou perder alguns quilinhos.

5- Pensamentos de morte

E o quinto sintoma são pensamentos de morte. Infelizmente a depressão é uma doença que comumente aparece com pensamentos de não estar mais vivo e, às vezes, até planos para não estar mais vivo. Esse é o sintoma mais grave da depressão porque ele gera um risco à vida.

É possível identificar a depressão?

Sim, é possível identificar depressão nos vários estágios da vida, se você prestar atenção nesses cinco sinais que a gente acabou de discutir. No entanto, existem detalhes de cada estágio da vida que pode ser valioso você entender melhor. Por isso, aqui vão algumas dicas para identificar depressão nos vários estágios da vida.

Como identificar depressão na infância?

Como uma das atividades mais importantes da infância envolve o contato com outras crianças, a depressão na infância muitas vezes se manifesta como uma tendência ao isolamento e à agressividade daquela criança com depressão, em relação às outras crianças.

Muitas vezes você pode pensar que depressão é só tristeza ou desânimo, mas a irritabilidade é aumentada também é um sintoma de depressão. Por isso, na infância, fique atento ao desânimo e a tristeza, mas também fique atento à raiva e à agressividade com os outros colegas.

Como identificar a depressão na adolescência?

Uma das dificuldades de identificar a depressão na adolescência é que o adolescente já é por natureza um pouco mais emotivo. As mudanças hormonais na adolescência fazem com que a gente tenha mais variações de humor do que em outras fases da vida.

O lado bom é que o adolescente também tem uma capacidade de comunicação maior do que a criança e se comunica mais sobre depressão do que em outras fases da vida. Por isso, a dica mais importante é ouvir o adolescente. Por mais dramático que o adolescente possa ser nessa fase, é muito comum que ele esteja falando a verdade sobre como ele se sente.

Como identificar a depressão na gravidez ou pós-parto?

Numa mulher adulta, que passou por uma gravidez, a gente busca os mesmos sintomas clássicos de depressão. Ou seja:

  • Variações de sono;
  • Falta de energia;
  • Falta de prazer;
  • Mudanças de peso.

Um dos problemas pelos quais você deve estar muito atento é que, durante a gravidez e o pós parto, é possível que a mulher tenha vergonha de dizer que está com sintomas de depressão.

Existe uma expectativa da sociedade que a mulher esteja bem, que ela não reclame e que ela ame a experiência perfeita de ter um filho. Mas, se você se colocar presente na vida dela e deu oportunidade para ela falar, talvez, você escute que ela está com sintomas de depressão e possa tomar a atitude correta.

Como identificar depressão na terceira idade?

Identificar a depressão na terceira idade pode ser mais difícil do que identificar depressão em outras etapas da vida, porque é a terceira idade já é um momento menos ativo da sua vida. Então, você espera que a pessoa idosa não esteja sempre em movimento como uma pessoa jovem.

Por isso, que na terceira idade, é essencial olhar para os sintomas sociais da depressão, ou seja, o isolamento e a irritabilidade com outras pessoas. Essa redução da atividade, que é normal na terceira idade, já, naturalmente, aumenta a chance de desenvolver depressão.

Agora, se a pessoa idosa não tem conexão social e ela se irrita com praticamente todo mundo que tá em volta, isso aumenta ainda mais as chances.

Tratamento online e offline na Eurekka

E, para finalizar, eu quero contar para vocês sobre o tratamento para depressão com a Eurekka. A Eurekka é uma clínica de psicologia, com base em Porto Alegre, mas que atende centenas de pacientes online do mundo inteiro.

Os nossos profissionais são treinados nos melhores métodos de terapia para depressão e para agendar uma conversa com os nossos psicólogos é só clicar neste link e visitar a página.

Fique a vontade, também, para acessar nossos conteúdos em outras redes sociais, como: InstagramFacebook e YouTube

Veja o vídeo sobre o assunto: Como identificar depressão: principais sinais que podem ser combatidos.

Espero que esse post tenha ajudado e até a próxima.

Tchau, tchau.