Psicólogos da Eurekka

Psicólogos da Eurekka

Como lidar com a baixa autoestima de quem você ama

Existe alguém próximo a você que não se gosta e não se cuida como deveria? Então que tal aprender como lidar com a baixa autoestima de quem você ama?

Basicamente, a autoestima é a opinião que alguém tem sobre si mesmo. Quando essa opinião é positiva, dizemos, normalmente, que essa pessoa tem uma autoestima alta. Quando essa opinião é negativa, dizemos que ela tem uma autoestima baixa.

Neste texto, você vai aprender técnicas para trabalhar a autoestima, além de entender quais são as consequências da baixa autoestima e especialmente como ajudar alguém que você ama a melhorar a opinião sobre si mesmo.

Como identificar os sintomas de baixa autoestima e lidar com eles?

É muito normal que uma pessoa com baixa autoestima se considere incapaz, frágil e chata. Isso pode fazer com que ela desista de algum projeto sem nem ter começado, com que ela se isole de ambientes sociais, porque ela se acha muito chata e, também, que ela não enfrente os seus medos.

Para lidar com esses sinais, o melhor tratamento que a gente conhece é tentar aumentar a quantidade de ações positivas e ações de enfrentamento na vida dessa pessoa.

Ou seja, tentar convencer a pessoa de que ela é forte e capaz, para que ela comece a tomar atitudes positivas na vida. O melhor jeito de lidar com esses sintomas é fazer essas atitudes, mesmo sem se achar capaz, e permitir que a recompensa dessas microvitórias aumente a sua autoestima.

Em resumo, a forma ideal de lidar com os sinais da baixa autoestima é fazer o que importa, mesmo não se sentindo capaz. Então, quando a pessoa percebe que conseguiu fazer o que importa, a sua autoestima reage naturalmente.

Quais são as consequências da baixa autoestima?

como lidar com a baixa autoestima

Em suma, existem três principais consequências da baixa autoestima:

Facilidade de desistir

Como uma pessoa com baixa autoestima se considera muito incapaz, é muito comum que ela desista de começar projetos empolgantes, porque ela acredita que eles vão falhar. A perspectiva de estar fazendo algo grande deixa ela tão nervosa e insegura com as suas capacidades, que ela decide nem começar aquilo, para não ter que lidar com a ansiedade.

Em consequência, isso se transforma em um ciclo vicioso. Afinal, como a pessoa não se envolve em nenhum projeto, porque ela se considera incapaz, ela também não consegue treinar nenhuma das suas capacidades. Desse jeito, se sente ainda mais incapaz.

Insegurança nos relacionamentos

É comum que uma pessoa com baixa autoestima não goste da sua aparência. Assim, sempre que ela sai para situações sociais com o seu parceiro, é recorrente a comparação com outras pessoas fazer ela sofrer.

Essa comparação constante também pode aumentar muito o medo de perder o parceiro, ou de ser substituído. Dessa forma, a insegurança no relacionamento pode causar crises de ciúme, brigas. Além disso, esse comportamento é capaz de provocar o próprio término.

Aumento na chance de depressão

Como uma pessoa com baixa autoestima foge de responsabilidades, a vida dela começa a ficar cada vez menos ativa, com pouco prazer, produtividade e engajamento em atividades.

Essa, nesse sentido, é uma vida que está vulnerável à depressão. Afinal, se você não se envolve em atividades que façam a vida parecer empolgante, a tristeza e o desânimo aparecem muito mais facilmente.

Como ajudar uma pessoa a driblar a baixa autoestima?

autoestima

Se você quer ajudar alguém a aumentar a autoestima, o seu foco principal tem que ser em aumentar as atitudes positivas. Por muito tempo, as pessoas acreditaram que só o pensamento positivo pudesse aumentar a autoestima.

Hoje, a gente sabe que a autoestima alta é o resultado de acumular atitudes positivas, que te façam sentir orgulho de si mesmo. Você, que está lendo esse texto, pode parar agora um pouquinho e pensar: Que atitudes me fazem sentir orgulhoso de mim mesmo?

Para algumas pessoas, são atitudes como: organizar a casa, arrumar o quarto, planejar férias, fazer um bom trabalho, entre outros.

Por isso, se você quer ajudar alguém a driblar a baixa auto estima, você precisa ser um incentivo para que essa pessoa faça mais atitudes positivas.

O primeiro passo é conversar com a pessoa e descobrir que atitudes fazem ela se sentir orgulhosa de si mesma, aumentar o amor próprio e como você pode ser um incentivador dessas atitudes.

Como lidar com a baixa autoestima do companheiro?

Numa relação amorosa, a baixa autoestima pode se manifestar, principalmente, com uma insegurança ou um ciúme exagerado. Nessas horas, tentar se defender ou convencer a pessoa de que ela está errada não é o melhor passo a se dar.

Uma atitude bacana do companheiro pode ser dar um passo para trás e perguntar:

  • Você acha que o que está acontecendo agora é por causa da sua baixa autoestima?
  • Que atitude positiva a gente poderia fazer, agora, para não alimentar esse ciclo?

Às vezes, as crises de ciúme e insegurança o tempo todo são só uma maneira que a pessoa encontrou para receber de você validação, carinho e palavras de confiança.

Como lidar com a baixa autoestima sozinho?

como lidar com a baixa autoestima

Mesmo que você não tenha um companheiro, a sua baixa autoestima pode se manifestar de outras formas. Ela pode aparecer como uma insegurança nas suas amizades ou uma falta de confiança no seu trabalho, por exemplo.

Desse modo, um ótimo exercício para como lidar com a baixa autoestima, sozinho, é se perguntar:

  • Como seria a minha vida, se a minha autoestima já fosse alta e se eu já tivesse resolvido o meu problema de autoestima?
  • Que atitudes eu faria mais e que atitudes eu faria menos?

Quando você tiver diante de uma decisão comum diária da sua vida, você pode se perguntar: Se a minha autoestima fosse alta, o que eu faria agora?

Conforme você vai praticando essas atitudes de autoestima alta na sua vida, a sua autoestima vai aumentando, porque, como você viu, a autoestima é o resultado do acúmulo de atitudes positivas.

Aprenda com a Eurekka como lidar com a baixa autoestima

sede presencial da Eurekka

Por fim, vamos falar sobre a terapia da Eurekka para baixa autoestima.

Como você sabe, a Eurekka é uma Clínica de Psicologia, que atende centenas de pacientes do mundo todo, pela terapia online e presencial. Também, o nosso tratamento para a baixa autoestima é baseado nos métodos mais modernos de terapia.

Então, para você experimentar uma sessão como a Eurekka, sem compromisso, clica aqui! Tenho certeza que pode ser o início de uma grande experiência, para encher sua vida com mais atitudes positivas.

 Para acessar mais conteúdos gratuitos como esse sobre psicologia, saúde mental e bem estar, clique na rede social que preferir: InstagramFacebook e YouTube!

Artigos Relacionados

Enviar Comentário