fbpx
Escolha uma Página

Oi galera, tudo bem? Bem vindos a mais um texto sobre mindfulness. Hoje, queremos falar com você sobre como praticar mindfulness de 5 formas diferentes, a fim de melhorar sua saúde e bem estar!

Como praticar mindfulness pode ajudar o corpo e a mente?

A ciência vem estudando a prática de mindfulness há algumas décadas. Essa prática, no mundo ocidental, começou a ser mais popularizada por volta da década de 80, através do Programa de Redução de Estresse Baseado em Mindfulness (MBRSR), trazida por Jon Kabat-Zinn.

A prática tem sido associada com benefícios como:

  • Lidar melhor com o estresse;
  • Aumento da satisfação em relacionamentos;
  • Trabalhar melhor as emoções.

Ou seja, você passa a entender melhor as suas emoções e a saber lidar melhor com elas, sem necessariamente reagir, imediatamente, ao que elas estiverem trazendo.

Essas são algumas das potencialidades e benefícios que a prática de mindfulness pode trazer para sua saúde mental. Mas afinal de contas, o que mais pode ajudar você em termos de corpo e saúde física?

Curiosamente, pesquisas têm mostrado que praticar mindfulness pode aumentar a efetividade do seu sistema imunológico.

Aprenda como fazer mindfulness com 5 exercícios diários

Respiração

A primeira prática que vamos apresentar para você é, provavelmente, a mais comum. Essa é a prática de mindfulness baseada na respiração. Então, como é que funciona essa prática?

Você pode fazer sentado, deitado ou de pé. Neste caso, sugerimos que você pratique sentado, com seus dois pés em contato com o chão e as suas mãos soltas sobre a coxa ou ao lado do seu corpo.

Pedimos que você, sentado de uma maneira ereta, mas não rígida, feche, gentilmente, os seus olhos. Em seguida, respire e inspire, com total atenção na respiração, ou seja, prestando muita atenção nas sensações do ar entrando e saindo. Convidamos você a inspirar pelo nariz e expirar o ar pela boca.

É normal que pensamentos e preocupações surjam e, quando isso ocorrer, gentilmente, retorne à sua atenção para a respiração.

Escaneamento corporal

Essa é uma estratégia que você pode fazer da mesma forma: em pé, sentado ou deitado. No entanto, convidamos você a praticar deitado.

Também, pode ser que você entenda que é uma prática de relaxamento, mas não é. Se por ventura você se sentir relaxado, é um efeito colateral e não necessariamente um objetivo da prática.

Então, deitado numa superfície plana – pode ser um sofá ou a sua cama – convidamos você a esticar o seu corpo e, com gentileza, fechar os seus olhos. Eu peço que você busque uma narração, em áudio ou vídeo, que vai conduzir você desde a ponta dos seus pés até a ponta da sua cabeça, prestando atenção total em cada parte do seu corpo.

Para acessar uma narração desse tipo, feita por um psicólogo da Eurekka, é só clicar aqui!

Folhas no riacho

Essa é uma meditação mindfulness em que você vai ser conduzido, através de uma narração, a se sentar embaixo de uma árvore. Nesse cenário, estamos no outono, logo, as folhas da árvore estão caindo ao seu lado, enquanto um riacho próximo vai as levando, junto com a água.

Gentilmente, vamos colocando pensamentos, que estão surgindo, em cima dessa folha, com muita delicadeza e gentileza. Desse jeito, permitindo que o pensamento, na folha, desça rio abaixo.

Para acessar uma narração desse tipo, feita por um psicólogo da Eurekka, é só clicar aqui!

Tomar um copo d’água com total atenção no momento

Para essa prática, você deve tomar um copo d’água e, enquanto faz isso, deve tentar saborear toda essa ação, todo o gostinho que a água desperta na sua boca. Enquanto você está com a água na sua boca, pedimos que você permaneça assim por alguns segundos. Percebendo assim, as sensações que a água traz, sem qualquer julgamento, ou seja, sem pensar se você está fazendo do jeito ou certo.

Vamos apenas nos focar nas sensações físicas que a água está despertando na nossa boca. Quando estiver satisfeito, você pode engolir a água e, novamente, tomar mais um pouquinho. Dessa vez, pedimos para que, quando você engolir, você preste total atenção nas sensações da água descendo pela sua garganta e caindo no seu estômago.

Eu peço que você se pergunte e responda, sem julgamentos, apenas focando no momento presente, quais são as sensações presentes nesse momento?

Movimentos em atenção plena

Essa pode ser a mais diferente que você já ouviu. Podemos praticar esse tipo de mindfulness caminhando, de uma maneira lenta e gentil, de forma que a gente consiga prestar atenção em cada passo e em cada músculo que está contraindo e relaxando.

Você pode, em seguida, lentamente, levantar uma de suas pernas e soltar um passo a frente. Para que assim, com muita calma e gentileza, possamos perceber como que o nosso corpo se movimenta e funciona, quando nós estamos caminhando.

É claro que, ao longo de qualquer uma dessas cinco práticas que eu acabei de trazer para você, é normal que distrações, pensamentos e emoções surjam.

Por isso, durante a prática de mindfulness, o que nós tentaremos fazer é com muita gentileza conduzir nossa atenção, que flui em direção a essas distrações, de volta para a nossa âncora. Ou seja, para qual parte da experiência nós estamos nos focando. Seja ela o nosso próprio corpo, as sensações na nossa boca ou a nossa respiração.

Terapia com Mindfulness da Eurekka

Se você ficou interessado em saber mais sobre a prática de mindfulness e pensa que pode ser uma prática aliada no processo de melhorar sua saúde e o seu bem estar, entre em contato com a gente!

Te convidamos a marcar uma conversa inicial, clicando aqui, para entender um pouquinho mais sobre os benefícios do mindfulness!

Fique a vontade, também, para acessar nossos conteúdos em outras redes sociais, como: Instagram, Facebook e YouTube. Veja o vídeo sobre o assunto: Como praticar mindfulness: 5 exercícios para o seu bem-estar e saúde.

Parabéns por ter chegado até aqui. A gente quer interagir com você, então pode comentar aqui embaixo que a gente promete responder, tá?