fbpx
Escolha uma Página

No texto de hoje, vamos compartilhar com você seis atitudes simples para acelerar o seu tratamento e aprender como vencer a depressão.

A depressão é uma doença que afeta uma em cada cinco pessoas ao longo da vida, então, é muito importante a gente se informar sobre quais são os sintomas da depressão, quais são as causas da depressão e como funciona o tratamento da depressão.

Quais são os sintomas da depressão?

  • Mudanças no seu sono. Você está dormindo muito mais ou muito menos do que o normal, com dificuldade para cair no sono ou com muita dificuldade para sair da cama. Variações no sono, no geral, são um ótimo indicativo de que o seu organismo está diferente e que isso pode ser o início de uma depressão.
  • Falta de ânimo para fazer as atividades do dia a dia. Pessoas que têm depressão começam a sentir que até tarefas do dia a dia começam a exigir muita força de vontade para serem feitas. Antigamente para você era muito simples acordar de manhã, preparar o seu café da manhã, caminhar um pouco na rua com o seu cachorro e voltar para casa. Agora, na depressão, você sente que fazer tudo isso está muito mais difícil, até coisas básicas do dia a dia.
  • Mudanças no seu apetite e no seu peso. Como a depressão afeta biologicamente o seu organismo e seu corpo, isso também significa que você vai ter variações hormonais, variações nos seus neurotransmissores e muitas vezes essas variações afetam o seu apetite e o seu peso. O seu peso e o apetite podem tanto aumentar muito, fazendo você ficar sempre com fome e ganhar peso, quanto diminuir muito, fazendo você perder a fome e perder peso também.
  • Tristeza ou baixo astral permeia o seu dia todo. Uma pessoa sem depressão sente tristeza em momentos bem específicos, como depois de uma frustração ou depois de uma decepção. Uma pessoa com depressão tem a sensação de que a tristeza se instalou na vida dela e, desde o momento em que ela acorda até o momento em que ela vai dormir, o seu sentimento principal é a tristeza.

Como vencer a depressão profunda?

A depressão profunda, ou depressão maior, é quando a depressão chega num nível tão forte que você não consegue funcionar mais direito na sua vida. Mas como assim?

Em uma depressão leve, você pode sentir que ainda consegue trabalhar, fazer suas coisas, conversar com as pessoas, mas tem muito menos ânimo para fazer isso, muito menos produtividade e muito menos prazer nas coisas.

A depressão profunda é como se você não conseguisse mais tirar prazer de nada – não tivesse mais ânimo para nada. Você passa a maior parte do seus dias isolado e desconectado do mundo. Em caso de depressão profunda, também, é muito comum que a pessoa pense em cometer suicídio. Mas como vencer a depressão profunda?

A principal estratégia para vencer a depressão profunda

A principal estratégia para vencer a depressão profunda é buscar o tratamento completo, que é: psicoterapia com psicólogo, farmacoterapia com psiquiatra e mudança de hábitos.

Se você quer se recuperar da depressão, é importante que você use todas as ajudas disponíveis. Não basta só fazer terapia. Não basta só se consultar com o psiquiatra. Não basta só a mudança de hábitos. Você tem que combinar os três. Depressão profunda não é só uma doença que debilita as pessoas, mas que muitas vezes mata.

E para uma doença que tem risco de vida, risco de morte, você tem que aceitar todas as ajudas possíveis.

Existe um método para melhorar a depressão e ansiedade?

Sim, existe um método para melhorar a depressão e ansiedade. Na Eurekka, a principal estratégia que a gente recomenda para qualquer pessoa que quer começar a viver uma vida com menos depressão e ansiedade é a estratégia dos micropassos.

Tanto na depressão quanto na ansiedade, existe uma tendência de gente fugir dos compromissos, desmarcar as coisas, tanto por desânimo, quanto por ansiedade e nervosismo. A estratégia dos micropassos é quando você, ao invés de desistir totalmente de alguma coisa, quebra aquilo num pequeno esforço que você pode e consegue fazer hoje.

Na depressão, você tem uma tendência de se desconectar de tudo. É por exemplo: cancelar as aulas de dança que você fazia, sair da faculdade ou parar de ver certos amigos. Nesse caso, a estratégia dos micropassos é: mesmo sabendo que você tem vontade de se desconectar, mantenha uma conexão com as coisas, mesmo que pequena.

Então, ao invés de desistir totalmente da aula de dança, continue fazendo uma ou duas aulas por semana; ao invés de se desconectar do seu melhor amigo, continue tendo algumas conversas por semana. Esses pequenos passos já ajudam muita gente a melhorar da ansiedade e da depressão.

Aprenda como vencer a depressão em seis atitudes que vão acelerar o seu tratamento.

1. Psicoterapia.

Para quem tem depressão, a terapia ajuda muito a reconstruir a sua vida, a se reconectar com pessoas das quais você se desconectou e a reorganizar a sua rotina para que ela seja feliz e com propósito.

2. Meditação.

A meditação é uma prática que nasceu nas religiões orientais, mas que hoje já é comprovada cientificamente como um exercício útil para você treinar a sua atenção e sua calma. Você pode começar a praticar meditação hoje, de graça, em três minutos, se você clicar nesse link (tem um áudio bem legal).

3. Praticar atividades físicas.

Do mesmo jeito que a depressão mexe com os hormônios e neurotransmissores do seu corpo, o exercício físico também faz isso, só que pra um lado positivo. Quando você começa a se exercitar, mesmo que seja coisa simples como uma caminhada, isso estimula que seu corpo produza hormônios e neurotransmissores que ajudam você a sair do ciclo da depressão.

Por isso que a nossa sugestão é você começar bem devagarinho, com cinco minutos de caminhada, subir e descer as escadas do seu prédio ou caminhar com o seu cachorro.

4. Leitura.

Toda atitude que te faz sentir útil, produtivo e orgulhoso de si mesmo, vai te ajudar a vencer a depressão. Por isso, se você escolher um livro para ler, leia algumas páginas e sinta que cumpriu a missão de ler o livro.

Você vai estar se ajudando de duas formas: primeiro porque você tá aprendendo com o conteúdo daquele livro e segundo porque você está cumprindo uma pequena missão, que te deu a sensação de um dia útil.

5. Praticar atividades alternativas.

Um dos problemas de viver uma rotina que é sempre igual é que você se acostuma com a sensação de viver aquela rotina. Com o tempo, a alegria que a rotina te trazia vai diminuindo e diminuindo, assim como o prazer da sua vida.

Como a depressão é uma doença que reduz o seu prazer, ter uma rotina que é sempre igual deixa tudo isso ainda pior. Por isso que faz muito sentido você pensar: “O que eu sempre quis fazer com meu tempo livre, mas nunca dei uma chance?”. E, assim, tirar bastante prazer saindo da rotina.

6. Dormir bem.

Ter um sono regulado permite que seu corpo ajuste os níveis de hormônios e transmissores, justamente esses que a depressão bagunçou. Uma primeira atitude para melhorar o seu sono é você ter um ritual de sono, uma sequência de passos que você repete sempre igualzinho antes de dormir.

Essa sequência ensina o seu cérebro que está perto da hora de dormir e acostuma ele a sempre dormir no final dessa sequência. Um exemplo de sequência seria: tomar banho, vestir o pijama, ligar o abajur do quarto, escovar os dentes, voltar para o quarto, ler por 15 minutos, fechar o livro, desligar a luz e deitar.

Tratamento para a depressão da Eurekka

O melhor tratamento que a gente conhece, hoje, para a depressão, se chama ativação comportamental e a gente vai falar sobre ele ainda em outros textos.

Se você quiser iniciar o seu tratamento para depressão com um dos psicólogos da equipe Eureka, que aplicam o método de ativação comportamental para a depressão, clica aqui para ver o site da terapia da Eurekka, que explica tudo com detalhes.

Muito obrigado por ter lido esse texto, espero que tenha sido muito útil pra você entender como vencer a depressão. Um abraço.