Crise Existencial: descubra 7 sinais que você está passando por isso

JUNTE-SE A MAIS DE 150.000 PESSOAS
Receba o Momento Eurekka com dicas semanais de Saúde Emocional exclusivas:

Você já sentiu em algum momento da vida que nada mais fazia sentido, que o mundo perdeu seu brilho ou que você estava sozinho e desprotegido. Se sim, é possível que você tenha passado por uma crise existencial.

A crise existencial é algo que perturba os seres humanos há milênios. Sendo, muitas vezes, a faísca inicial para grandes trabalhos na área da filosofia e humanidades em geral.

Mas, uma coisa é certa, uma crise dessas é algo muito desconfortável e, se não resolvida em tempo, pode ser o gatilho para algum problema mental mais duradouro.

Nesse texto, vamos olhar a crise existencial através da lente da saúde mental, e contar até quando os efeitos gerados por essa crise podem ser normais e a partir de quando se tornam perigosos.

O que é uma crise existencial?

A crise existencial é um estado de humor atingido quando temos uma quebra em nossa realidade. É quando parece que nada que está ao nosso redor parecer fazer mais sentido.

A primeira coisa que você deve saber sobre qualquer crise, é que ela passa. Uma (ou mais) crise existencial durante a vida é normal, e até saudável.

A crise é marcada por uma profunda desconexão com o mundo ao redor, no qual a maior parte das coisas perde seu propósito e razão de ser. Mas, no limite, uma crise existencial pode nos ajudar a colocar nossa vida em perspectiva, focando naquilo que importe mesmo.

Mesmo assim, o estado de crise existencial está associado a um grande desconforto, solidão podendo até desencadear ideações suicidas. Por isso nesse artigo vamos falar de alguns sinais que indicam uma crise existencial, junto a isso, quando esses sinais se tornam preocupantes.

7 sinais de uma crise existencial

Uma crise existencial será um momento único na vida de cada pessoa, e acontece de forma singular para cada um. Alguns podem até passar pela experiência sem saber que era uma crise.

Mas, de maneira geral, há alguns sinais que “denunciam” uma crise. Abaixo, vou listar 7 dos mais comuns. Assim, você pode ter uma ideia se você ou alguém próximo está passando ou já passou por uma crise existencial.

Ansiedade

A ansiedade é um sintoma normal me seres humanos, podendo surgir em diversas ocasiões. Em resumo, a ansiedade nos ajuda a estarmos preparados para algo que pode acontecer.

Durante uma crise existencial, é comum que o nível de ansiedade da pessoa se eleve além de padrões normais. Porém a ansiedade é apenas uma resposta e, enquanto a causa não for entendida, tratar apenas a ansiedade trará ganhos secundários apenas.

Por isso caso você esteja muito ansioso e não tenha uma causa definida, procure auxílio profissional, para que assim você consiga descobrir a causa dessa ansiedade.

Cansaço mental

Ao passar por uma crise existencial a pessoa pode sentir um grande cansaço mental, mesmo sem ter realizados grandes tarefas durante o dia.

Esse estado de cansaço, e até confusão mental, pode ser resultado dessa perda de sentindo das tarefas cotidianas, comuns na crise.

Ademais, após a pessoa passar pelos períodos mais intensos da crise esse cansaço mental irá naturalmente desaparecer. Caso ele continue, se recomenda a procura de um médico.

Necessidade de ficar sozinho

Ao passar por uma crise existencial a pessoa pode sentir uma grande desconexão com o mundo ao redor, escolhendo, assim, se isolar dos outros.

Esse movimento pode ser saudável, uma vez que ao ficarmos sozinhos podemos elaborar melhor a crise pela qual estamos passando. Querer ficar um tempo sozinho quer dizer que tenha algo errado com a pessoa.

O problema é quando essa solidão se alastra para mais esferas da vida da pessoa, a deixando cada vez mais isoladas de seus amigos, famílias ou companheiros.

Desânimo e pessimismo

Quando uma pessoa passar por uma crise em que questiona sua existência é de imaginar que isto traga um grande desânimo geral e a pessoa fique bastante pessimista.

Primeiro, é preciso diferenciar tristeza ou desanimo de depressão. Os primeiros são emoções e sentimentos normais, que fazem parte da experiência humana. Já a depressão é uma transtorno psicológico que, se não tratado, irá trazer grandes dificuldades para a pessoa.

De maneira geral, se o sentimento de desanimo durar por muito tempo (mais do que duas ou três semanas), se deve procurar um profissional da saúde mental e a causa desse sentimento descoberto.

banner terapia

Sentimento de incapacidade

Além de se sentir desanimado é provável que uma pessoa passando por uma crise existencial se sinta incapaz de lidar com situações de sua vida.

Esta incapacidade pode ser mais abstrata, como em relação ao rumo que sua vida está indo. Porém pode se estender para as tarefas diárias, de seu cotidiano, confundido com uma depressão.

Nesse momento é importante colocar as coisas em perspectiva, entender suas limitações mas também a possibilidade de ação que cada pessoa tem.

Alterações de apetite e de sono

Quando uma pessoa passar por uma crise é comum que ela tenha dificuldade em cumprir necessidades básicas como alimentação e tempo de sono.

Além da falta da vontade em si, durante uma crise existencial isso poder vir da perspectiva da pessoa de que não vale a pena o esforço manter essas necessidades.

Porém é muito importante que a pessoa cuide dela mesma, em especial do sono, algo que tem forte impacto em nossa saúde mental.

Ausência de perspectiva de futuro

Ao passar por uma crise existencial, seja com todos os sinais acimas ou apenas alguns, qualquer perspectiva que a pessoa tem do futuro pode ser alterada.

Isso é natural e, de certa forma, esperado. Ao final da crise a pessoa pode redefinir suas prioridades e mudar alguns rumos de sua vida.

Durante a crise, o sentimento de falta de perspectiva pode ser bem angustiante, mas a pessoa deve entender que esse sentimento irá passar.

O mais importante nesse momento é não tomar grandes decisões e esperar não estar mais em crise antes de mudar algo. É muito importante se aconselhar com outras pessoas também, sejam amigos e familiares ou algum profissional da área.

Como superar uma crise existencial?

Como falamos ao longo do texto, a crise existencial pode trazer grande crescimento para um indivíduo, porém durante provavelmente ela trará muita angústia.

Cada pessoa terá sua maneira de superar sua crise existencial, mas todas elas envolverão, de alguma forma, um momento de olhar para dentro e identificar as causas da crise.

Listamos aqui algumas formas de fazer isso para que, se você ou alguém próximo estiver passando por uma crise existencial você entenda os primeiros passos para superá-la.

Inteligência emocional

Em resumo, a inteligência emocional é um conjunto de habilidades que nos permitem entender e administrar melhor nossas emoções e sentimentos.

Uma pessoa com boa inteligência emocional não é imune a sentimentos, porém ela sabe o suficiente sobre o efeito deles em si para entender como responder a eles.

Ninguém nasce com inteligência emocional, as habilidades que nos permitem isso são adquiridas ao longo da vida.

Ademais, se você quiser saber mais sobre esse conceito, clique aqui e confira esse guia completo exclusivo que publicamos aqui em nosso blog.

Autoconhecimento para lidar com a crise existencial

Quando pensamos em autoconhecimento, boa parte das pessoas já pensa em livros ou palestra motivacionais. Enquanto essas coisas podem nos ajudar a desenvolver nosso autoconhecimento, elas não resumem esse conceito.

O autoconhecimento é a capacidade que cada pessoa tem de entender seus domínios interiores e suas interações com o mundo ao nosso redor. Assim tudo desde como sentimos algo até como nos relacionamos com nossos parceiros faz parte desse conhecimento.

Por fim, da mesma forma que a inteligência emocional, a pessoa vai se conhecendo aos poucos e ao longo de sua vida. Além disso, ao longo dos anos todo ser humanos muda e, como isso, sua autoimagem irá mudar.

Ajuda profissional para a crise existencial

Quando atingimos uma barreira em nossas vidas é sempre bom ter outras pessoas com quem contar para nos ajudar. Porém, muitas vezes, por mais bem intencionados que sejam as ações de nossos amigos, companheiros e familiares elas podem não ajudar no problema em si.

Por isso, quando passamos por alguma dificuldade que envolva nossa saúde mental é muito importante saber que podemos, e devemos, recorrer a um profissional da área.

Talvez você pense que ir em um psicólogo ou psiquiatra é apenas para quem tem casos graves, porém se você der uma chance para um desses profissionais você irá se surpreender.

Por fim, se você quiser ver todos textos que já publicamos confira nosso Blog clicando aqui!. Além disso estamos sempre colocando conteúdos novos em nossas redes sociais: InstagramFacebook e YouTube ou pelo Aplicativo!

🥰 Este artigo te ajudou?

0 / 5 5

Compartilhe com seus amigos

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Artigos Relacionados