Dermatite atópica: o que é, causas, sintomas e pomadas

JUNTE-SE A MAIS DE 150.000 PESSOAS
Receba o Momento Eurekka com dicas semanais de Saúde Emocional exclusivas:

Atopia é uma tendência que algumas pessoas têm de desenvolver alergias. A dermatite atópica é uma das formas mais comuns de alergias, vamos conhecer um pouco mais sobre ela?

O que é dermatite atópica

dermatite atópica na mao

Dermatite atópica é uma doença inflamatória crônica que se caracteriza por coceira intensa e pele seca. É um estado de hipersensibilidade, ou seja, de alergia, que é influenciada por agentes externos. Portanto, uma crise pode ser desencadeada a partir do contato com alguma substância presente no ambiente.

Se trata de um problema de pele muito prevalente e recorrente que altera a qualidade de vida de quem tem. É muito vista em crianças, sendo uma das causas mais comuns de consulta pediátrica.

Causas da dermatite atópica

Existem vários fatores que podem causar dermatite atópica. São eles:

  • Fatores genéticos: herança genética, por isso muitas crianças com dermatite atópica são filhas de pa qis que também têm algum tipo de alergia. Por isso muito comum que a pessoa apresente a tríade atópica: rinite, dermatite e asma.
  • Fatores imunológicos: alterações na resposta imunológica faz com que o corpo responda de forma diferente às substâncias do ambiente, podendo gerar uma reação alérgica a algo que as pessoas normalmente não tem alergia.
  • Alterações na camada de barreira de pele: a pele é formada por diversas camadas, a camada mais superficial é responsável por ser uma barreira que impede microorganismos e outras substâncias a penetrarem na pele. Se essa camada sofrer alterações a pele fica mais suscetível a agentes externos
  • Alterações no pH da pele: Se o pH da pele aumentar ela fica mais vulnerável para a invasão de bactérias
  • Alterações nas bactérias que colonizam a pele constituindo o microbioma dela

Esses fatores podem estar presentes de forma isolada ou combinados.

Sintomas

Os principais sintomas da dermatite atópica são vermelhidão, coceira e descamação da pele. Mas não é raro que associado a isso a pessoa também tenha outras doenças alérgicas como rinite e asma

Além disso pode acontecer de ficarem manchas brancas na região onde antes apareceu a dermatite. Algumas crianças, ainda, ficam com sequelas de tanto coçar como linhas marcadas em baixo da pálpebra ou até manchas escuras ao redor dos olhos

Quais partes do corpo são mais afetadas

A área mais afetada depende da idade do paciente. Em bebês pequenos as bochechas, joelhos, parte interna da dobra do braço e testa são mais acometidos.

Já em crianças a testa e a dobra do braço continuam sendo afetadas mas a dermatite surge em outros locais como dobras do pescoço, olhos, virilhas, tornozelo e parte de trás dos joelhos. Com isso se conclui que a dermatite aparece em especial nas regiões de dobra

Em adolescentes e adultos, por outro lado, os locais mais acometidos são face, pescoço, membros e mão e pés. Contudo, em todas as fases a dermatite provoca uma coceira muito grande

banner eurekka med

Fases da dermatite atópica

Se pode dividir a dermatite atópica de acordo com a idade em que aparece:

  • A dermatite em lactentes é quando começa dos 3 meses aos 2 anos e predomina na face e nas regiões de extensão dos membros
  • Dermatite infantil e pré puberal é quando começa entre 2 e 12 anos, predominando na face e nas áreas de dobra dos membros
  • Dermatite em adolescentes e adultos. Nesse caso a dermatite predomina na face, pescoço, membros e em outras áreas não específicas do corpo. Nessa fase a dermatite pode aparecer em qualquer local do corpo.

Há ainda quem classifique a dermatite atópica em ativa e inativa. Ativa seria quando as lesões estão presentes, portanto nessa fase há inflamação, vermelhidão e coceira. Já a inativa seria quando essas lesões não estão presentes, mas a doença sim, afinal ela não tem cura. Entretanto, os médicos não classificam a dermatite dessa forma.

Fatores de risco

dermatite atópica braço

Os fatores de risco para dermatite atópica são:

  • Viver em área urbana
  • Nível socioeconômico alto
  • Pais ou irmãos com história de dermatite atópica
  • Famílias pequenas, com pouco integrantes

Não se sabe ao certo porque esses são fatores de risco, mas estudos mostraram que as pessoas que preenchiam esses pré-requisitos tinham mais chance de ter dermatite atópica.

Tratamento: tem cura?

Não existe cura para dermatite atópica, mas algumas coisas podem ser feitas para diminuir as crises de dermatite ou para melhorar os sintomas quando aparecem.

O que fazer para aliviar os sintomas (creme/pomada)

Cremes e pomadas a base de corticóide ou anti histamínico são ótimos para aliviar os sintomas da dermatite. Mas medidas naturais se fazem essenciais para evitar que os sintomas apareçam ou piorem, são elas:

  • Banhos rápidos com água morna pois água quente faz mal para a pele
  • Banhos de imersão como em banheiros são mais agradáveis para quem tem dermatite atópica
  • Hidratação pós banho: até 3 minutos após o banho é o momento ideal de se hidratar pois a pele está pronta para receber o creme
  • Roupas claras, leves e de algodão evitam a piora da coceira
  • Temperatura ambiental estável
  • Limpeza do ambiente para evitar que substância que causam alergia tenham contato com as pessoas atópicas
  • Muita hidratação

Além disso, aspectos emocionais também influenciam muito. Dessa forma, situações estressantes e ansiedade pioram os sintomas, por isso estar atento aos aspectos emocionais é importante.

Por fim, você também pode acompanhar nossos conteúdos gratuitos sobre saúde: é só baixar o app da Eurekka ou então nos seguir nas redes sociais:  Instagram,  Facebook e YouTube.

🥰 Este artigo te ajudou?

0 / 5 0

Compartilhe com seus amigos

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Artigos Relacionados