Escitalopram: para que serve e como age no corpo

JUNTE-SE A MAIS DE 150.000 PESSOAS
Receba o Momento Eurekka com dicas semanais de Saúde Emocional exclusivas:

O escitalopram é um medicamento antidepressivo que pertence à classe de inibidores seletivos de recaptação de serotonina (ISRS). Além do seu uso para depressão, é muito utilizado no tratamento do transtorno de ansiedade generalizada e também de outros distúrbios.

Conhecido pelo nome comercial Lexapro, trata-se de uma medicação recente, desenvolvida entre os anos de 1997 e 2001 nos Estados Unidos. O curto período de tempo de desenvolvimento se deve à experiência prévia dos laboratórios com uma substância com propriedades farmacológicas similares, o citalopram.

Então, neste texto, você vai entender para o que o Oxalato de Escitalopram é indicado, como ele age no organismo, quais são os seus efeitos colaterais e quais as suas interações medicamentosas.

Como o escitalopram age no organismo?

O escitalopram irá agir no sistema nervoso central, principalmente no cérebro, onde atuará corrigindo as concentrações inadequadas de alguns neurotransmissores, principalmente a serotonina. Isso porque a concentração deficiente de seratonina provoca alguns transtornos, como depressão e ansiedade.

Dessa forma, os resultados do uso começam a aparecer depois de duas semanas de tratamento. Os médicos receitam uma dose menor no começo para que o organismo consiga equilibrar, de forma adequada, sem acentuar alguns efeitos colaterais indesejados. 

Para o que o escitalopram é indicado?

escitalopram

O escitalopram é utilizado para tratamentos contra a depressão e outros distúrbios. Então, veja os principais:  

Depressão

O escitalopram é utilizado principalmente para o tratamento de depressão. Assim, esse efeito é alcançado pela capacidade dele de inibir a recaptação de serotonina. O tratamento normalmente é de pelo menos seis meses, para a consolidação das melhorias nas primeiras semanas.

Transtorno de ansiedade generalizada

O transtorno de ansiedade generalizada (TAG) é caracterizado como uma ansiedade intensa e permanente que interfere nas atividades diárias. O TAG apresenta alguns sintomas, por exemplo: preocupação constante, agitação e dificuldade de concentração.

Transtorno do pânico

O transtorno do pânico é descrito como o aparecimento de crises de ansiedade repentina e intensa com forte sensação de medo ou mal-estar, acompanhadas de sintomas físicos. Em suma, as crises têm duração média de 15 a 30 minutos. Além disso, ela pode ocorrer em qualquer lugar, contexto ou momento.

Transtorno de ansiedade social

O transtorno de ansiedade social, também conhecido como fobia social, é uma doença mental crônica em que as interações sociais causam uma ansiedade irracional. Os sintomas são, principalmente, medo excessivo de situações em que a pessoa possa ser julgada, preocupação com constrangimento ou humilhação ou receio de estar ofendendo alguém. A saber, o tratamento é feito com psicoterapia e alguns medicamentos, como o escitalopram

Transtorno obsessivo compulsivo

O transtorno obsessivo compulsivo, também conhecido como TOC, é descrito como pensamentos excessivos (obsessões) pensamentos e medos irracionais que, assim, levam a comportamentos repetitivos(compulsões). Por fim, para o tratamento é utilizado medicamentos, terapias com psicoterapeutas ou ambos.

Antes de mais nada, assista o vídeo de um dos fundadores da Eurekka sobre o TOC:

Efeitos colaterais do escitalopram

Enfim, como todo medicamento, o escitalopram apresenta alguns efeitos colaterais. Confira tanto os efeitos adversos comuns e os incomuns.

Comum

 Assim, os principais efeitos colaterais comuns são:

  • Náusea,
  • Dor de cabeça.
  • Sinusite
  • Mudanças de apetite
  • Ansiedade
  • Inquietude
  • Sonhos anormais
  • Dificuldades para dormir
  • Sonolência diurna
  • Tontura
  • Bocejos
  • Tremores
  • Sensação de agulhadas na pele
  • Diarréia
  • Constipação
  • Vômitos
  • Boca seca
  • Suor excessivo
  • Dores musculares
  • Dores nas articulações
  • Distúrbios sexuais
  • Cansaço
  • Febre
  • Aumento do peso

Incomum

Alguns dos efeitos colaterais comuns são, principalmente: sangramentos, ranger de dentes, agitação, nervosismo, ataque de pânico, estado de confusão mental, pupilas dilatadas, distúrbios visuais, barulhos nos ouvidos, perda de cabelo, sangramento vaginal, diminuição de peso, aceleração dos batimentos cardíacos, inchaços nos braços ou pernas, sangramento nasal.

Interações medicamentosas

 Deve-se atentar para algumas interações medicamentosas, principalmente:

  • Inibidores não-seletivos da monoaminoxidase (IMAO), não-seletivos da MAO-A, reversível e irreversíveis da MAO-B
  • Linezolida
  • Lítio
  • Triptofano
  • Sumatriptano e similares
  • Tramadol
  • Cimetidina
  • Lansoprazol
  • Omeprazol
  • Fluvoxamina
  • Ticlopidina
  • Erva de São João
  • Ácido Acetilsalicílico (aspirina)
  • Anti-inflamatórios não esteroidais
  • Varfarina, dipiridamol e fenprocumona
  • Mefloquina
  • Neurolépticos
  • Imipramina e desipramina
  • Flecainida, propafenona, metoprolol, clomipramine, nortriptilina, risperidona, tioridazinas e haloperidol.

Além disso, é válido ressaltar que não há interação do escitalopram com bebidas alcoólicas ou alimentos. Mas como todo tratamento psiquiátrico é aconselhável não ingerir álcool durante ele.

Enfim, aqui estão apenas as principais interações medicamentosas. Para ter mais segurança, consulte sempre seu médico.

Escitalopram e gravidez

escitalopram e gravidez

Existem alguns efeitos que podem ocorrer no bebê quando a mãe está fazendo o uso durante a gravidez e durante a amamentação, já que o escitalopram pode ser excretado pelo leite materno. Por isso, deve ser realizada a consulta com o médico se a mulher está planejando uma gravidez, ou se ela pretende começar o tratamento que pode ser utilizado o escitalopram durante este período.

Acompanhamento especializado

sede presencial eurekka

Por fim, o tratamento de muitos transtornos são feitos com atendimento multidisciplinar, isto é, o tratamento com médicos e psicólogos . Por isso, a Eurekka disponibiliza consultas presenciais e online com médicos especialistas através da EurekkaMed (clique aqui para saber mais).

Além disso, a Eurekka também disponibiliza consultas de psicoterapia na forma presencial e online, para qualquer lugar do mundo! Então, fique à vontade para marcar uma conversa inicial com um de nossos terapeutas, clicando aqui!

Enfim, curtiu o texto? Então, para acessar mais conteúdo gratuitos como esse, baixe nosso aplicativo ou clique na rede social que preferir: InstagramFacebookYouTube e Twitter!

🥰 Este artigo te ajudou?

0 / 5 4.17

Compartilhe com seus amigos

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Artigos Relacionados

Enviar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

QUER MAIS?

TENHA A EUREKKA NA PALMA DA SUA MÃO
Instale o nosso aplicativo no seu celular.