fbpx
Escolha uma Página

E aí galera, sejam bem vindos a mais um texto! Hoje vamos conversar sobre mindfulness. Sendo assim, vamos entender o que é mindfulness, para que serve e, também, quais são os seus grandes benefícios mostrados pela ciência.

Até o fim do texto você vai entender quais são os tipos diferentes de mindfulness e como começar a introduzir essa prática na sua vida.

O que é mindfulness?

Ainda não existe um consenso sobre qual é a melhor tradução para o português da palavra mindfulness. Até agora, a tradução mais usada em livros sobre o assunto é a atenção plena.

Para falar de um jeito prático, o mindfulness é a sua capacidade de prestar atenção no que está acontecendo, aqui e agora.

Ou seja, quando você consegue estar 100% presente no que está acontecendo aqui e agora – assim como quando você pratica as técnicas que te permitem estar conectado no momento presente – a gente diz que você está praticando a sua habilidade de mindfulness.

Então, mindfulness é um nome que se dá para esse estado mental de estar focado no momento presente. Mindfulness também é um nome que se dá para todas as práticas que envolvem a sua capacidade de alcançar esse estado.

Para que serve o mindfulness?

Um dos maiores problemas modernos é que a gente está sempre perdido ou no passado ou no futuro.

Parece que a mente humana, constantemente, busca coisas para serem objeto de preocupação. Desse jeito, a atenção das pessoas, na maior parte do tempo, está focada em algo ruim que aconteceu no passado ou algo de ruim que vai acontecer no futuro.

Como a sua imaginação faz com que o passado e o futuro pareçam reais, quando você imagina eles, significa que você é capaz de sofrer, não importa onde você esteja. A capacidade de mindfulness serve para você sair desse turbilhão de pensamentos sobre passado e futuro.

Existem diferentes técnicas de mindfulness?

Sim! Existem técnicas de mindfulness muito diferentes entre si, que desenvolvem habilidades diferentes.

É importante ressaltar que, embora essa prática não seja religiosa, ela foi influenciada por práticas religiosas de meditação. A maioria dessas práticas vem de religiões orientais, como o budismo, e a partir das dezenas de técnicas de meditação dessas religiões.

Hoje, se entende que existem três tipos principais de meditação:

Mindfulness de Foco

Todas as práticas de meditação mindfulness que envolvem focar a sua atenção em um ponto se chamam práticas de foco. Essas, são práticas que treinam a sua habilidade de lidar com distrações e, quanto mais você pratica mindfulness de foco, mais fácil é manter a sua atenção estável em algum ponto por muito tempo.

Vale frisar que, no mindfulness de foco, o objetivo não é empurrar para longe qualquer distração que apareça, mas passar o menor tempo possível envolvido com essa distração. Se você quiser praticar essa técnica, por cinco minutos, agora, clica aqui.

Mindfulness de Abertura

Ao contrário do mindfulness de foco, nessa prática não há um ponto específico onde deve se concentrar sua atenção. Em vez disso, o objetivo é se colocar num estado mental em que você permite que tudo que é, simplesmente, seja.

Em termos práticos, isso significa que você não tem um objeto de foco. Nesse sentido, seu objetivo é estar presente e não se permitir envolver com os diálogos mentais da sua mente.

Essa prática tem um poder incrível de permitir que você esteja em paz com o momento presente, sem ficar o tempo todo brigando com o passado ou com o futuro.

Se você quiser começar a praticar o mindfulness de abertura, clica aqui.

Mindfulness de Compaixão

Esse tipo de mindfulness tem como objetivo que você desenvolva empatia e compaixão pelo sofrimento dos outros. Nesse tipo de prática, é muito comum que você imagine outra pessoa e tente direcionar para ela sentimentos de empatia e gratidão.

Porém, o foco da prática pode ser, simplesmente, desejar que o mundo seja livre de sofrimento e prestar atenção na sensação que isso causa no momento presente.

Um dos maiores benefícios desse tipo de prática é que você se torna uma pessoa mais disponível para ajudar os outros, além de ser mais sensível ao sofrimento dos outros. Para começar a praticar o exercício de compaixão, clica aqui!

Benefícios do Mindfulness

Agora, vamos mostrar 3 benefícios do mindfulness. Vale lembrar que todos esses benefícios foram comprovados cientificamente!

Maior capacidade de regular emoções

A prática de mindfulness desenvolve a sua capacidade de se auto observar e diminuir a sua impulsividade. Por causa desse ganho de autocontrole, você também fica mais atento para quando você está prestes a se descontrolar e, assim, você evita explosões emocionais e crises de ansiedade.

Aumento da empatia

Quando você acumula horas de prática de mindfulness de compaixão, a sua capacidade de sentir o sofrimento dos outros aumenta. Junto com essa capacidade, também, aumenta sua tendência de ajudar os outros e de ficar sensível às necessidades dos outros.

Alguns estudos também indicam que praticar mindfulness de compaixão ajuda você a ser mais capaz de perdoar a si mesmo e às outras pessoas.

Maior foco em tarefas

A prática de mindfulness regular ajuda você a perceber quando você se distrai e a retornar, o mais rápido possível, para o seu ponto de foco.

Muitas vezes, a gente se distrai, isso é normal. No entanto, uma distração vira duas, três, quatro, cinco e dez. O mindfulness permite que você quebre esse ciclo mais cedo e retorne para sua tarefa imediatamente.

Como praticar mindfulness?

Você não precisa ter uma disciplina extrema ou ser um monge para praticar meditação. Para começar, você pode fazer cinco minutos com um áudio guiado totalmente grátis, clicando aqui!

Eu espero que você goste e que na sua vida comecem a aparecer os benefícios da prática regular de meditação.

Terapia com Mindfulness da Eurekka

Como você já sabe, a Eurekka é uma clínica de psicologia que atende centenas de pessoas na terapia presencial e na terapia online. Um dos grandes diferenciais da terapia da Eurekka é que a gente pratica ativamente essas habilidades de focar no momento presente. Assim, não importa qual seja o seu grande desafio, ele fica mais simples!

Isso porque, se você consegue perceber ele chegando, você pode se acalmar rapidamente. Se você quiser experimentar terapia de Eurekka, sinta-se a vontade para marcar uma conversa inicial, sem compromisso, clicando aqui.

Parabéns por ter chegado até aqui. A gente quer interagir com você, então pode comentar aqui embaixo que a gente promete responder, tá?