fbpx
Escolha uma Página

Oi gente, tudo bem? No texto de hoje nós vamos falar sobre tipos de medo estranhos e comuns, para que você conheça e saiba como tratá-los!

O que é medo?

O medo é uma emoção natural, que todos os seres humanos sentem, em alguma medida. Porém, quando temos uma fobia, ou seja, um tipo de medo exacerbado e irracional em relação a uma determinada situação, acabamos sentindo esse medo em um nível muito mais elevado.

No entanto, o medo, como uma emoção natural, tem alguns objetivos, como por exemplo:

  • Nos afastar de uma situação que pode nos prejudicar;
  • Nos manter distantes de algum tipo de perigo;
  • Nos alertar que algo diferente  está acontecendo.

Essa emoção é tão importante, que pode fazer a diferença entre enfrentar uma situação ou fugir de uma situação.

O que pode causar o medo?

Sabemos que o nosso cérebro pode processar o medo de maneiras muito individuais. Ou seja, para cada pessoa existe um nível em que aquela situação vai gerar o medo, ou seja, será ativado o centro de medo dentro do nosso cérebro.

Então, pode ser que para você, situações que não gerem nada de medo, em outra pessoa, gere um medo muito muito grande. Nesse sentido, cada pessoa sente e processa o medo de formas diferentes, por razões diferentes.

Quais são os tipos de medo mais comuns?

O medo mais comum de todos é a aracnofobia, que é o medo de aranhas. Ela se manifesta como uma angústia que a pessoa sente ao imaginar que tem uma aranha perto dela, ao ver um vídeo de uma aranha ou ao ver uma foto de uma aranha. Esse é, disparado, o medo mais comum entre os tipos de medo que as pessoas podem ter!

Logo na sequência, nós temos alguns outros tipos de medo, como por exemplo:

Medo de altura

Quando a pessoa sente um medo de estar perto de janelas, de subir em alturas elevadas, de andar em elevadores panorâmicos etc.

Entomofobia

Quando a pessoa tem muito medo de insetos, como medo de barata, alguns bichinhos pequenos etc. Esse também é um medo extremamente comum.

Ofidiofobia

Esse é o medo de serpentes e cobras. Mas, saibam que fobia é aquele medo muito, muito, muito forte. Nesse sentido, se você que está lendo sente que não gosta muito de cobras, não significa que você tenha ofidiofobia!

Cinofobia

Quando a pessoa tem um medo extremo de cães, curioso né!? Nesses casos, a pessoa, talvez, tenha sido mordida na infância, embora possa desenvolver essa fobia sem que nada tenha acontecido com ela.

Ailurofobia

Esse é o medo de gatos. Funciona como o medo de cães, só que com gatos. Ela se expressa em resposta de luta ou fuga ao ver um gato.

Existem tipos de medo estranhos?

Existem tipos de medo que são mais incomuns e mais diferentes, porém, definir se ele é estranho ou não, depende de quem está interpretando. Por isso, vale a pena dar uma pesquisada!

Os tipos de medos irracionais podem causar danos emocionais?

Sim! Isso ocorre pois os medos fazem com que a gente evite situações, lugares e ambientes em que aquele determinado objeto pode estar (ou em que uma determinada situação pode ocorrer).

Então, se você tem percebido que está evitando lugares, ou que você se sente ansioso e angustiado de ir até um determinado local, você pode estar sofrendo os danos emocionais de seus medos. No longo prazo, o pior prejuízo é nos isolarmos de pessoas e lugares que são importantes para nós, por causa dessa fobia irracional.

Quais tipos de medos emocionais podem ser vencidos com terapia?

Primeiro, é importante lembrar que a psicologia tem como te ajudar a tratar seus medos, sim! Na terapia da Eurekka, a gente aprende, justamente, ferramentas e estratégias para enfrentar essas fobias. Isso porque já faz algumas décadas que a psicologia tem estudado as fobias, de forma a surgir um tratamento para isso, uma forma de entendimento desse medo, que leva ao enfrentamento.

Dessensibilização sistemática

Se você tem se percebido com uma determinada fobia, um dos tratamentos mais eficazes é o tratamento de exposição. Ou seja, você vai sendo sensibilizado sistematicamente, até que o seu medo seja muito reduzido, ou até mesmo deixe de existir.

Na terapia da Eurekka, nós propomos uma escadinha, que é a sensibilização sistemática. Nesse sentido, junto com o terapeuta, você vai combinando, num nível de 0 a 10, qual o grau de medo que você está tendo de determinado estímulo.

Desse jeito, trabalhando em cima dessa escadinha e se aproximando cada vez mais do seu medo, você vai aprendendo a relaxar, enquanto você está entrando em contato com essa fobia. A fobia vai dizer para você se afastar, enquanto a terapia diz para você enfrentar, porém, com ferramentas e com um novo jeito de lidar com esse medo.

Aprenda como enfrentar o medo com a terapia da Eurekka

Se você acha que a terapia pode ajudar você de alguma forma, marca uma conversa inicial, clicando aqui, e vamos ver o que a gente pode fazer para te ajudar!

Fique a vontade, também, para acessar nossos conteúdos em outras redes sociais, como: Instagram, Facebook e YouTube. Nesse link você encontra o vídeo sobre o assunto deste post: Tipos de medo estranhos e comuns: conheça e saiba como tratá-los.

Parabéns por ter chegado até aqui. A gente quer interagir com você, então pode comentar aqui embaixo que a gente promete responder, tá?