fbpx
Escolha uma Página

E aí galera, tudo bem? Bem-vindos a mais um dos nossos textos da série sobre depressão. No texto de hoje a gente vai falar sobre tratamentos para depressão, ou seja, várias formas de como tratar a depressão.

Logo, se você ler esse texto até o final, vai entender o que é a depressão, quais são os sintomas, quais são as causas e também quais são os cinco tipos de tratamentos para depressão.

Depressão: o que é?

Depressão é um transtorno de humor, muito comum, que afeta uma a cada cinco pessoas ao longo da vida. As principais características de uma pessoa com depressão são:

  • Baixo humor;
  • Ânimo menor;
  • Dificuldade de sentir prazer nas coisas da rotina;
  • Variações de sono, peso e apetite.

O que causa a depressão?

Assim como a maioria dos transtornos mentais, não existe uma única causa para depressão. O que existem são fatores que influenciam, para cima ou para baixo, a sua chance de desenvolver depressão.

Alguns desses fatores podem ser genéticos, como a incidência de depressão na sua família, assim como outros fatores podem ter a ver com o seu estilo de vida. Por exemplo, a qualidade da sua alimentação, a presença de exercício físico na sua rotina e a qualidade do seu sono.

É por isso que, quando a gente quer tratar depressão e ansiedade, o foco dos tratamentos para depressão é mudar justamente isso, os seus hábitos e o seu estilo de vida.

Como identificar o início de uma depressão?

Uma depressão pode começar por dois motivos:

Logo depois de um evento de alto impacto negativo na sua vida

É muito comum que os sintomas de depressão apareçam logo depois de uma demissão, de um término ou logo depois da morte ou do afastamento de alguém importante.

Por acúmulo de estresse diário e crônico

Mesmo que nenhum grande evento negativo tenha acontecido na vida das pessoas, às vezes, o estresse acumula tanto que os sintomas de depressão aparecem. Esse estresse acumulado pode vir, por exemplo, de um ambiente de trabalho estressante, que nunca melhora, ou de uma relação familiar.

No início de uma depressão, os primeiros sintomas que aparecem, geralmente, têm a ver com uma redução do ânimo, da vontade de fazer as coisas e também uma redução do prazer na rotina.

Como é o diagnóstico de depressão?

O diagnóstico da depressão pode ser feito tanto por um psicólogo, quanto por um psiquiatra ou por um médico. Esse diagnóstico é feito com base nos critérios diagnósticos de um manual chamado DSM. Esse é um manual internacional, compartilhado por todos os profissionais da saúde, e lá constam os nove sintomas da depressão.

O profissional, então, faz uma entrevista com você, para averiguar a presença desses sintomas e, se cinco ou mais desses novos sintomas estiverem presentes, você é diagnosticado com depressão.

Se você quiser um link para saber quais são esses novos sintomas, é só clicar aqui.

Como tratar a depressão de 5 diferentes formas?

Importante ressaltar que as cinco diferentes formas, que eu vou mencionar agora, podem ser utilizadas separadamente ou em conjunto, mas a Eurekka sempre recomenda que você use o máximo de ajudas possíveis, então, não tem problema aplicar todas elas em conjunto se você quiser.

1. Terapia de ativação comportamental

O tratamento para depressão da terapia de ativação comportamental é um dos mais embasados cientificamente que existem. Na terapia de ativação comportamental, o terapeuta cria um plano de micropassos, para que você se reconecte com essas atividades, que antes te davam prazer e produtividade.

É uma ideia muito simples, mas tem uma alta taxa de eficácia com muitos tipos de pacientes.

2. Terapia cognitivo comportamental

A terapia cognitivo comportamental entende que a depressão é o resultado de uma visão distorcida sobre você mesmo, sobre os outros e sobre o futuro. Durante o processo terapêutico da cognitivo comportamental, você aprende um novo jeito de pensar sobre você, sobre os outros e sobre o futuro.

E assim, esse novo jeito de pensar, permite que você encare o que acontece com você, com mais otimismo, mais leveza e mais coragem.

3. Farmacoterapia

A farmacoterapia é um processo que o médico psiquiatra conduz com você, com o objetivo de encontrar o remédio, ou a combinação de remédios, que reduza os sintomas da depressão.

Estima-se que 30% a 40% das pessoas com depressão consegue se recuperar da depressão só com o tratamento medicamentoso. Sendo assim, mesmo com o risco de efeitos colaterais, vale a pena conversar com um médico psiquiatra e experimentar esse tipo de tratamento.

4. Cuidar do seu corpo

Muita gente ignora o fato de que mente e corpo, na verdade, não são duas coisas separadas. Os mesmos hormônios que aparecem no seu corpo quando você está mais para baixo, são os hormônios que aparecem menos no seu corpo quando você faz exercício físico, por exemplo.

Os neurotransmissores que estão em alta quando você está com depressão, são os mesmos que podem estar em baixa quando o seu sono está bem regulado. E é por isso, que cuidar da alimentação, do sono e do seu exercício físico pode ser, praticamente, um tratamento completo, para alguns casos de depressão.

5. Buscar grupos de apoio para depressão

Existem grupos de apoio para pessoas com depressão que se encontram tanto ao vivo quanto online. Uma das melhores sensações para quem tem depressão é se sentir compreendido, ao descobrir que outras pessoas também têm esses sintomas.

Nesses grupos, você também consegue descobrir o que outras pessoas com depressão estão fazendo nas suas vidas para melhorar aqueles sintomas. Então, é mais do que só desabafar e compartilhar a tristeza, é também compartilhar soluções para acelerar o seu tratamento.

Clique no link para ver o vídeo sobre o assunto: Tratamentos para depressão: 5 alternativas para tratar os sintomas

Tratamentos para depressão com a Eurekka

E pra terminar, quero falar com você sobre a terapia da Eurekka pra depressão.

Na Eurekka, a gente acredita que o melhor tratamento para depressão é sempre o tratamento completo. Os nossos profissionais são treinados no método de ativação comportamental, mas também incentivam você a mudar os hábitos, de como você cuida do seu corpo e a experimentar todas as soluções possíveis, para vencer a depressão.

Confira um dos terapeutas da Eurekka falando sobre o assunto:

Eu te convido a clicar nesse link, ver a página de terapia e marcar a sua primeira conversa, sem compromisso, com a Eurekka. Fique a vontade, também, para acessar nossos conteúdos em outras redes sociais, como: Instagram, Facebook e YouTube.

Parabéns por ter chegado até aqui! Eu espero que esse texto tenha ajudado você a entender como tratar a depressão. A gente quer interagir com você, então pode comentar aqui embaixo que prometemos responder, tá?