Linguagem corporal: melhore sua comunicação não verbal

JUNTE-SE A MAIS DE 150.000 PESSOAS
Receba o Momento Eurekka com dicas semanais de Saúde Emocional exclusivas:

Você já deve ter escutado diversas vezes a expressão linguagem corporal, mas será que nosso corpo realmente fala?

Neste post, você vai entender o que é linguagem corporal, qual a ligação dela com as nossas emoções e qual o seu papel para nossa comunicação.

Então, se ajeite na cadeira e se prepare para aprender sobre como nosso corpo fala. E, como bônus, no final vamos te dar algumas dicas para melhorar sua linguagem corporal.

O que é a linguagem corporal?

A linguagem corporal é uma parte da nossa comunicação não verbal. Ela tem a ver com tudo o que o seu corpo faz no momento em que você está se comunicando com alguém. Exemplos simples de linguagem corporal em conversas corriqueiras são: estar de braço cruzados, postura do corpo (ereta ou curvada) e as expressões de seu rosto.

Através da linguagem corporal, as pessoas podem comunicar se elas gostam ou não de algo ou alguém, se estão agitadas ou tranquilas, além de passar uma noção geral de como está o estado mental delas naquele momento. É muito mais difícil para uma pessoa conter suas reações e expressões corporais do que falar algo falso.

Nossa linguagem não verbal transmite nossas emoções e sentimentos de forma muito mais transparente para quem nos vendo do que nossas palavras.

É legal dizer também que aprender a controlar nossas emoções está relacionado com a nossa inteligência emocional, que nada mais é do que um conjunto de habilidades. Entre elas, está a habilidade de saber regular as emoções em situações diversas e adversas.

A boa notícia é que não apenas a inteligência emocional pode ser desenvolvida, como a linguagem corporal pode ser controlada.

Como nossas emoções afetam nossas ações?

Costumamos pensar que é a expressão de alguém que irá entregar o que a pessoa está sentindo. Apesar da expressão facial ser muito importante, é necessário ter uma noção geral da linguagem corporal da pessoa antes de começar a fazer deduções.

Para ter uma ideia mais visual de como as emoções afetam nossos corpos, veja a imagem abaixo.

matriz prazer-ativação

Vamos usar o exemplo da felicidade para explicar melhor essa imagem.  A felicidade é uma emoção que a gente considera positiva e que nos deixa “energizados” (ativados), ao mesmo tempo que sentimos um prazer intenso. A situação oposta é a tristeza, que em geral consideramos um sentimento desagradável e que nos deixa com pouca energia (desativados). Assim, esse simples gráfico pode nos ajudar a identificar o que a linguagem corporal de uma pessoa está falando sobre ela.

O que são microexpressões e como afetam a linguagem corporal?

mulher olhando com ar sério, linguagem corporal

Outro conceito bem interessante na área de a linguagem corporal de uma pessoa é relacionado às microexpressões.

As microexpressões são reações de menos de um segundo que as pessoas fazem quando elas estão tentando ocultar suas emoções. Pois se a pessoa não estiver querendo ocultar sua emoção, ela fará uma “macroexpressão”.

Esse conceito se originou de uma pesquisa feita pelo Dr. Paul Ekman, através de entrevistas com pessoas do mundo todo. Nessas entrevistas o Dr. Ekman fazia diversas perguntas a seus voluntários como: ”Como você se sentiria se ganhasse na loteria hoje?”. Na hora que a pessoa ia responder ele tirava uma foto da reação dela. Assim ele conseguiu um quantidade incrível de microexpressões fotografadas e pôde analisá-las.

Desse estudo, o Dr. Paul Elkman descobriu que existiam apenas 7 emoções que seriam universais a todos seres humanos.

Por que é importante trabalhar a sua linguagem corporal?

Lendo o post até aqui você pode estar se perguntando, por que isso é importante para mim?

Segundo um estudo feito pelo pesquisador Ray Birdwhistell, até 55% da mensagem transmitida em uma conversa é feita através de sua linguagem corporal, 38% é transmitida pela voz (tom de voz) e apenas 7% da mensagem é transmitida pelas palavras.

É importante dizer que não existe uma linguagem corporal “certa”, e na maior parte do tempo você não precisa estar tão atento à sua.

Porém, em momentos chave, como apresentações, palestras, reuniões importantes, é legal você saber o que seu corpo pode estar falando por você.

Então, como prometido, vamos passar algumas dicas que podem ajudar você se preparar para esses momentos importantes.

4 dicas para melhorar sua linguagem corporal

mulher olhando nos olhos, linguagem corporal

1- Olhar nos olhos

Este gesto talvez seja um dos poucos que valem a pena você tentar utilizar com todas as pessoas que você interage. Olhar nos olhos transmite para a outra pessoa que você está interessado e prestando atenção no que ela fala.

Isso pode ser um pouco difícil para quem é mais tímido ou não está acostumado, mas você pode treinar essa habilidade!

Na próxima conversa que você tiver, tente lembrar de olhar nos olhos da outra pessoa. No início vai parecer estranho e você pode ficar um pouco incomodado com isso. Mas com o tempo essa ação se tornará natural para você!

Essa dica e várias outras vieram desse nosso vídeo aqui.

2- Cuide com tiques

Todos nós temos algum gesto que fazemos mais constantemente, seja: ajeitar o cabelo, mexer no óculos, piscar os olhos, coçar o rosto, entre vários outros. O problema é que, se esse gesto se repetir muito, ele pode comprometer a atenção da outra pessoa.

Para entender se você tem gestos desses e quais eles são, você pode perguntar para as pessoas ao seu redor sobre isso.

Se você quiser descobrir isso de uma forma mais direta, você pode se gravar em algum momento que você estiver falando, como em uma palestra, uma aula ou em uma reunião.

3- Cuide a sua postura corporal

A postura que seu corpo assume pode dizer muito sobre uma pessoa. Se você está muito curvado, você pode passar a impressão de cansaço ou desânimo.

De forma oposta, se você fica com a postura muito “reta”, você pode passar uma mensagem de desconfiança e desconforto.

O ideal é você manter uma postura neutra, que seja confortável para você, mas que também seja natural para os outros. Uma boa forma de treinar a postura é se olhando no espelho em diferentes posições. Ou você pode assistir a gravações suas também.

4- Cuide seus movimentos

bailarinas se movimentando harmoniosamente, linguagem corporal

Essa dica serve principalmente para que vai falar em público, mas ela também pode ser útil em outras situações. Cuide os movimentos que você faz com seus braços e mãos:

Se você movimentar eles demais, você pode passar uma impressão de descontrole sobre seus movimentos, podendo dar a entender que você está nervoso ou ansioso.

Se você não movimentar eles nem um pouco, vai parecer que você está congelado e isso pode dar uma ideia que você está com medo enquanto fala.

O ideal é que os seus gestos estejam sincronizados com a sua fala e possuam uma certa harmonia entre eles.

Por fim, se você estiver em pé na frente de seus ouvintes (em um palco por exemplo) cuide o quanto você caminha. Andar de mais ou de menos podem passar as mesmas sensações que os movimentos de mãos e braços.

Materiais gratuitos da Eurekka

sede presencial da Eurekka

Se você gostou desse post a Eurekka tem muitos outros aqui no nosso blog. Para acessá-los, é so clicar aqui.

Além disso, também temos vários conteúdos nas nossas redes sociais: InstagramFacebook e YouTube!

Além dos conteúdos, a Eurekka oferece diversos outros serviços, como terapia com psicólogos e atendimento médicos de diversas especialidades. Clique aqui ou nos links para descobrir mais sobre cada um desses serviços.

🥰 Este artigo te ajudou?

0 / 5 0

Compartilhe com seus amigos

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Artigos Relacionados

Enviar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

QUER MAIS?

TENHA A EUREKKA NA PALMA DA SUA MÃO
Instale o nosso aplicativo no seu celular.